Shows que já fui // Concerts I've been to

Oi gente, hoje quero falar com vocês sobre os shows internacionais que já fui no Rio de Janeiro ou em São Paulo.

O primeiro show que fui, foi o do Guns n' Roses e Sebastian Bach em 2010 na Apoteose no Rio de Janeiro. Ganhei como presente de 16 anos, fui de excursão e quando estávamos na fila do show eu e Victor nos beijamos pela primeira vez (e depois disso nunca mais nos desgrudamos hahaha). Naquela época Skid Row e Guns n' Roses eram umas das minhas bandas preferidas e eu sonhava muito em vê-los ao vivo. Fomos no dia 14 de março, um dia depois do meu aniversário, quando chegamos no Rio estava chovendo muito e na fila tivemos a surpresa.. O show foi cancelado pois enquanto o palco caiu enquanto estava sendo montado por causa da grande chuva. Foi remarcado para dia 4 de abril e fomos para o Rio de novo. Infelizmente nunca tinha ido a shows de grande porte antes, se tivesse ido com certeza teria comprado ingresso para pista premium e não pista comum. Não vale a pena sair de Vitória (gastar dinheiro em passagens, ingressos, comida e talvez em hospedagem) para ir para um show que você mal consegue ver. Eu sou baixinha, já vai ter um monte de gente na frente porque tem certas pessoas que até dormem na fila, então realmente não vale a pena. Enfim, o show do Sebastian foi demais, maravilhoso e o show do Guns teve 3 horas de atraso infelizmente, mas também foi incrível, o Axl cantou super bem, nem acreditei, foi tudo ótimo!
Vejam as fotos abaixo, pena que não deu para tirar muitas e eu fiquei muito longe.
Agora vou falar para vocês sobre o melhor show da minha vida, o KISS, que aconteceu em 18 de novembro de 2012 na HSBC Arena no Rio de Janeiro. Foi a primeira vez que viajei de avião e foi muito bom. Dessa vez eu e Victor ficamos na grade da pista premium, a poucos metros deles. Ver o Paul Stanley na minha frente foi uma das melhores coisas do mundo. Em Lick it Up e I Was Made For Lovin' You, ele apontou e fez várias caras e bocas para mim (o Victor só não achou ruim porque era o Paul Stanley no palco, óbvio hahaha).
Essa foi a primeira vez que ele me viu, apontou, sorriu e jogou palheta, por coincidência foi na hora que comecei a filmar. *-* Vejam:
Demais né? Eu chorei quando eles entraram no palco, mas engoli o choro porque não queria perder nada. Gente, foi o melhor dia da minha vida! O KISS é minha banda preferida desde o final de 2010, antes disso eu só conhecia as músicas mais famosas, mas quando comecei a ouvi-los direito.. fiquei totalmente viciada. É a melhor banda do mundo. Pena que a vontade é de ouvir a discografia quase que inteira ao vivo né, mas não dá. Vejam as fotos que tirei:
Em 2013, ano passado, fui ao Black Sabbath & Megadeth no Rio de Janeiro dia 13 de outubro na Apoteose. Eu e Victor viajamos de avião de novo e o dia foi super quente, ainda bem que fomos de pista premium e abriram os portões às 6 da noite. Quando o Megadeth entrou no palco com aquela intro incrível e logo em seguida Hangar 18, fomos a delírio, Victor principalmente porque Megadeth é uma das bandas que ele mais ama (sem contar que ele chorou em vários momentos e eu chorei também hahaha). A banda foi demais, eles tocaram muito bem como sempre e o Dave Mustaine cantou maravilhosamente. Pena que por ser a banda de abertura, eles tocaram por pouco tempo. Ah, quase esqueci de falar.. Victor pirou quando Chris Broderick apontou para ele e sorriu hahaha. Queríamos ter visto mais do maravilhoso Megadeth.  
O show do Black Sabbath foi maravilhoso, ver o Ozzy e o Tony Iommi ao vivo foi demais. Ozzy pulando, gritando, jogando baldes de água nele mesmo e nas pessoas e falando ''FUCK THE WORLD. GET CRAZY.'' foi uma das melhores coisas do mundo. Foi tão lindo vê-los tocando os clássicos do Sabbath juntos com aquela mesma energia. Não tenho nem palavras para descrever. Foi um dia maravilhoso. Vejam as fotos:
 Depois de uma semana do Megadeth e Black Sabbath, teve o Monsters of Rock em São Paulo no dia 20 de outubro. Foi a primeira vez que fomos em um festival, foi muito legal, só que o absurdo é que naquele calor imenso o copo de água estava sendo vendido a 5 reais e um salgado qualquer estava de 5 a 10 reais. Realizei o sonho de ver o Ratt e Whitesnake ao vivo, de brinde veio o Dokken, Queensrÿche com o maravilhoso Rudy Sarzo no baixo e Aerosmith. O Ratt e o Whitesnake tocaram todas as músicas que eu queria ver ao vivo. A sacanagem foi o Monsters of Rock não divulgar que iria ter Meet & Greet do Ratt. Depois falei com o Juan Croussier no Twitter e ele não sabia que não tinha sido divulgado e disse que na próxima quer me ver *-*. No Whitesnake chorei muito em Love Ain't No Stranger, gente.. chorei muito! Foi um dia maravilhoso, vejam as fotos:
Bom gente, esses foram os shows internacionais que eu já fui. Nos próximos que eu for, vou fazer resenhas para vocês.
Quais shows vocês já foram?
Contem para mim!

5 comentários:

  1. Eu tive a oportunidade de ir ao show do Sabbath também, só que foi em BH, como você descreveu não tenho palavras pra definir foi, estava lindo demais! O show do Megadeth foi incrível e chorei muito quando tocou she-wolf kkk Agora no show do Whitesnake eu não fui mas quase desidratei de tanto chorar vendo pelo computador, imagino como tenha ficado vendo de pertinho *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim, não tem como descrever né, é simplesmente um acontecimento ultra marcante. *-* Whitesnake eu quero ver de novo ao vivo, dessa vez na grade de uma pista premium! iahdaoidhaodhsoihio

      Excluir
    2. Aaah com certeza não vou perder o próximo show do Whitesnake! A propósito, se vier as bandas que estão comentando esse ano minha lista de shows internacionais vai aumentar bastante! kkk

      Excluir
    3. sim, com certeza! oioidhaoidashdioashdiaodahsoii

      Excluir
  2. Muito legal, Kyria você é uma "rata" de shows como eu já fui nos meus áureos tempos! rsrsrsrs Parabéns.

    ResponderExcluir