Pop Art

Oi gente, hoje quero falar com vocês sobre Pop Art! Bom, essa semana eu postei essa foto no meu instagram:
Depois de verem a foto, amigos me perguntaram sobre esse efeito nela e quando eu falei qual era e falei que adorava Pop Art, perguntaram ''Pop Art? O quê é isso?'', daí decidi fazer esse resumo para quem não conhece e para quem já conhece e adora também! Então, vamos lá..
Pop Art é um dos movimentos mais populares da era moderna da arte. Surgiu como uma rebelião contra os expressionistas abstratos, que foram considerados pretensiosos. O movimento não apenas impressionou as pessoas, mudou a cultura. Tão icônicas e profundas foram as inspirações e os significados por trás deste movimento que está em destaque, é estudada e é produzida até hoje. A Pop Art nasceu no Reino Unido nos anos 50. 
Foi ideia de vários artistas jovens subversivos (como a maioria da arte moderna tende a ser). O primeiro uso do termo Pop Art ocorreu durante discussões entre os artistas que se chamavam de IG, Independe Group (Grupo Independente), que faziam parte do Instituto de Arte Contemporânea de Londres em volta de 1952/1953. Essa arte aprecia a cultura popular. Ela não critica as conseqüências do materialismo e do consumismo, ela simplesmente reconhece a sua presença como um fato natural.
 Nos Estados Unidos os artistas trabalham sozinhos, até que fizeram duas exposições em 1963 que reuniram obras do material publicitário e da mídia. Nesse momento grandes nomes surgiram como Roy Lichtenstein, Claes Oldenburg, James Rosenquist, Tom Wesselmann e principalmente Andy Warhol. Ele foi uma das figuras centrais do movimento nos Estados Unidos. Como muitos outros artistas da Pop art, Warhol criou obras em cima de mitos. Ao retratar ídolos da música popular e do cinema, como Michael Jackson, Elvis Presley, Elizabeth Taylor, Brigitte Bardot, Marlon Brando e, sua favorita, Marilyn Monroe, Warhol mostrava o quanto personalidades públicas são figuras impessoais e vazias; mostrava isso associando a técnica com que reproduzia estes retratos, numa produção mecânica ao invés do trabalho manual. Da mesma forma, utilizou a técnica da serigrafia para representar a impessoalidade do objeto produzido em massa para o consumo, como as garrafas de Coca-Cola e as latas de sopa Campbell.  
As características da Pop Art são: imagens reconhecíveis, elaboradas a partir de meios de comunicação popular e produtos; normalmente as cores muito brilhantes e saturadas; plano imaginário influenciado por histórias em quadrinhos e fotografias de jornais; imagens de celebridades ou personagens de ficção em quadrinhos, anúncios e revistas. 
A Pop Art coincidiu com o fenômeno da música pop dos anos 50 e 60, e é altamente associada com o swing e a imagem da moda de Londres na época. Por exemplo, foi Peter Blake (artista pop britânico) que criou os desenhos de capa dos The Beatles e Elvis Presley. Além disso, ele incluiu atrizes como Brigitte Bardot em suas obras, semelhante à maneira como Andy Warhol usou Marilyn Monroe como modelo.
Andy Warhol resumiu o movimento Pop e o papel da mídia nessa famosa frase: 
"No futuro, todos serão famosos por quinze minutos.''
Bom gente, espero que tenham gostado do post. E eu quero saber.. Vocês também curtem Pop Art?

2 comentários:

  1. lindo, adorei pop art.. como se faz esse efeito retro? eram desenhos eu presumo, então como faziam ficar assim? tem algum papel especial?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olha, eu sei que eles usavam e usam gomaespuma, poliéster e acrílico nas pinturas ;)

      Excluir